Abrindo aspas: Perdoe a arrogância (não sei ser humilde pra você)

18:17


Já aprisionei e libertei. Politizei e despolitizei. Desejei e desprezei (mas descobri que bom mesmo é ser desejada) Venci depressões. Colecionei decepções. Sofri por medo.Conquistei desafetos.Derrubei meus preconceitos. Falei muito mais do que precisava ouvir. Amei demais. (mas... Por* , que burra! descobri que não é bom amar assim). Respeitei e desrespeitei tudo aquilo que havia respeitado antes. Lembrei e esqueci tudo aquilo que queria lembrar. Lutei e conquistei, mas depois ignorei tudo aquilo que queria conquistar. Ajudei e atrapalhei muito mais do que quis ajudar. Chorei de felicidade. Entristeci de saudade. Explodi de vontades....Fiz 25 anos.

Bebi, mas sempre estive sóbria. Aliás, querido, lucidez é o meu defeito ( Perdoe a arrogância, não sei ser humilde pra você). Embora costume sempre questionar, mas vezemquando escolho a indiferença ( confesso que ela é muito mais agradável). Menti bastante,mas todas as vezes que o fiz fui absolutamente sincera. 

Sou a principal atriz de minha novela mexicana.

Tive fé. Tive descrença. Tive dores.Tive horrores. Tive encontros furtivos.Tive que esperar..... Tive arrependimento principalmente do que fiz. Tive clichês e quase nada original. Tive bastante esperança, mas estive perdida quase o tempo todo.Algumas vezes pude escapar, outras não.Algumas vezes pude desistir, outras não.Algumas vezes mereci vencer, outras não( mas venci mesmo assim).Algumas vezes mereci perder, mas não deixei ser assim. Algumas vezes pude chorar, outras fui obrigada a sorrir. Tive tantos FF e RW. Avanços e retrocessos. E das vezes que pensei me sentir leve... era só os remédios fazendo efeito.

Pedi tantas coisas e tudo que ouvi foi um " Só tem Pepsi, pode ser?"

Lembro de todo o rímel borrado. De todo os "saltos quebrados" e de todos os corações partidos.

Lembro também de todos os questionamentos que entraram pela porta frente... escancarando. Aquelas perguntas hard core que te fazem revirar todo o sistema nervoso central.... que te fazem abortar suas ideologias. Algo que vai além dos começos. Perguntas como: Será que vai ser sempre assim? Porque é assim? Será que vou dedicar todo meu tempo a todas estas glórias baratas?Além de todos os sei-lá-o-quês que você possa imaginar.

Mas quando chegou aqueles momentos em que os julgamentos, criticas e acusações se levantaram contra mim. Não me acovardei, o meu veredicto, não deixei ninguém falar.

Eu mesma gritei de longe: CULPADA.

Texto escrito por Lane Reis do blog Oficina Sociológica. Quer aparecer com seu texto aqui também? É só mandar um comentário nessa postagem com as informações seguintes: *Nome: *Nome do Blog: * Link do post:. Boa sorte!


You Might Also Like

17 Comente!

  1. Obrigado por compartilhar Sabrina está demais! :D

    ResponderExcluir
  2. Olá, Sabrina.
    Acho que não importa o quanto honestos, respeitosos, compreensivos, amáveis e sábios formos, sempre haverá alguém para tentar nos pôr pra baixo, apenas por existirmos.
    Pessoas assim, devemos apenas ignorar.
    Abraço, Sabrina.

    ResponderExcluir
  3. Que texto perfeito, amei*---*
    Bom, vou deixar aqui o link do meu texto também, não é tão bom quanto esse, mas quem sabe alguém não goste né.
    Nome: Natália Gonçalves
    Nome do blog: Simplesmente Menina
    Link do texto: http://simplismentemenina.blogspot.com.br/2012/03/cansei.html

    ResponderExcluir
  4. Muito bom! Adorei o texto, muito bem feito :)

    ResponderExcluir
  5. Nome: Duda Almeida
    Nome do blog: Cartas pra Você
    Link: http://cartasp-voce.blogspot.com.br/2012/05/estranha-saudade.html

    ResponderExcluir
  6. Ola Sabrina,

    É impressionante como sempre tem gente que tem síndrome de âncora! É incrível, basta ver alguém levantar voo para lançar a corda na direção e fincar a âncora na terra, impedindo que vá longe. Tudo isso tem nome: inveja, despeito, etc.

    Muito bom o texto! Muito legal esse quadro!

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Texto super beem escrito. Adorei *-* :)

    www.blogmundodamoda.com

    ResponderExcluir
  9. Ola! Adorei o teu blog por isso ja estou a seguir!! Podias visitar e aderir ao meu? bjs grandes

    ResponderExcluir
  10. Tipo assim,suuuuper amei o texto *--* fez uma boa escolha Sabrina!Beijos.
    Já viu o post do fashion rio? http://tobelegant.blogspot.com.br/2012/05/fashion-rio.html

    ResponderExcluir
  11. Oi Sabrina
    Muito legal esse espaço que vc abre para seus amigos, esse texto, eu dei muita risada, muito inteligente, fiquei pensado como a pessoa consegue mentir bastante e ser sincera ao mesmo tempo? (kkkkk), é para se refletir.
    Bjão da tia Lú. Ah consegui fazer a tag viu querida.
    Olá amigos, eu estava devendo este post para minha querida Sabrina Gomes há algum tempo, demorou mais saiu! Espero que gostem. Bjos, e um ótimo final de semana.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/2012/05/tag-as-dez-coisas-que-te-inspiram.htm

    ResponderExcluir
  12. Pode ser considerada culpada alguém que simplesmente corre atrás dos seus sonhos e da sua felicidade? Até que ponto a sociedade pode interferir nas nossas vidas? Entendo a postura da sua amiga. E acho horrível a postura da sociedade. Um abraço!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Sabrina! Que saudade que eu estava daqui! :)

    E que texto ótimo! "Aliás, querido, lucidez é o meu defeito." hahaha Por que será que me identifiquei com isso? ai ai...

    Enfim, adorei!

    Beijão ;*

    ResponderExcluir
  14. OI Sa,

    Tudo bem? Cada vez você está melhor em desvendar o seu eu. Lembrei quando tinha a sua idade e jogava o meu cotidiano no diário e depois sentia-me livre.

    Beijos.
    Lu

    ResponderExcluir
  15. Eu poderia dizer que esse texto reflete algum tipo de conflito interior, mas a verdade é que quem o escreveu, soube reconhecer seu espaço no mundo e o que representa nele.
    Beijo.

    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Belo texto. Muito bem desenvolvido!

    Acabei de ver seu comentário no erros e acertos.
    Também estou com saudades. Ultimamente estou com pouco tempo para postar e parar ir nos meus blogs preferidos.
    Mas abriu um tempinho e estou cheio de ideias!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Estou lendo seu blogue em ordem cronológica decrescente.
    Parabenizo a autora do texto, sabe deixar fluir as palavras muito bem, com naturalidade.
    Apenas discordo isto de ficar assumindo culpas diante de pessoas que possuem o prazer (e como as há) em derrubar os seguros de si para baixo. Cada um tem seu teto de vidro e ninguém deve ser juiz de culpas alheias, deixe que fiquem só na tentativa.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>