Assista: O curioso caso de Benjamin Button

04:58

Estreando mais uma nova tag no blog : Assista - que vai estar falando sobre filmes que realmente tem significado pra mim e que acrescentaram coisas a minha vida, me fizeram chorar, me emocionaram enfim, como sempre, tudo que escrevo aqui é com o coração aberto , os filmes que eu indicá-los vai ser também de coração.  


Bom, vou contar-lhes uma coisa pessoal minha em relação a esse filme. Eu não sabia da existência desse filme até chegar e ver minha irmã na sala dizendo: está na hora , eu não posso perder esse filme. Eu fiquei sem entender o porquê . Então ela me disse: vai passar um filme show no sbt . Eu achei estranho aquela atitude dela , como ela nunca se interessava por filmes assim, decidi ver com ela para saber como é o filme. O mas incrível que ela nem viu tudo por que começou as 22 horas e acabou 1 e meia da manhã . Mas eu, ao contrário vi e depois ainda vim postar aqui pra vocês.

Imagens aleatórias do filme.

Minha opinião: ''Todos podem seguir caminhos diferentes,mas todos vão para o mesmo lugar." Imagine se você pudesse viver a vida ao contrário? O filme fala da história de Benjamin Button , uma pessoa que nasce velhinha e morre bebê. Achei interessante falar sobre ele aqui para vocês , e prometi a mim mesma que não ia ler nenhuma resenha antes de publicar esse post porque agente sempre se influencia com a opinião dos outros, né?. Querendo ou não.  O filme me passou a mensagem que por muitas vezes nós nos apegamos tanto as coisas , e nos preocupamos tanto com a velhice que esquecemos que morrer é uma consequência na qual não podemos fugir, e não importa para qual lado você vai seguir, o final é sempre o mesmo, cabe a nós fazer cada momento valer a pena e vivê-lo intensamente. Pois nada é eterno, mais algumas coisas são.


Resumão:No começo do filme , Benjamin é rejeitado pelos seus pais biológicos e é adotado por uma moça que era dona de uma espécie de asilo, não entendi muito bem, mais o lugar era cercado de velhinhos. Ele viveu sua infância com Daisy , que se tornou seu grande amor . O filme me emocionou demais, é triste ver o modo que o destino junta eles dois e separa ao mesmo tempo . Somos predestinados a perder as pessoas que amamos - essa frase uma senhora disse a Benjamin e me marcou muito.Ao longo do filme Benjamin rejuvenescia por fora , e via as pessoas morrendo com a velhice , seus amigos. Ele quando fez 18 anos decidiu ir viver sua vida , mas prometeu a Daisy que mandaria postais para ela em todos os lugares que estivesse. Ela virou bailarina e ele marujo .Quando ele e Daisy se encontram novamente , ela era jovem adulta e ele um senhor de mais ou menos 40 , 50 anos . Ela queria curtir a vida, e ele a amava e queria a conquistar . Quando eles se viram realmente na ''metade'' quando ele  e ela estão na base dos 40 anos , eles vão morar juntos e vivem uma intensa história de amor , até que ela fica grávida e da a luz a uma menina. Ele percebe que precisa de afastar pois um dia ele iria virar criança e Daisy não daria conta dos dois. Ele se muda , Daisy se casa e a menina cresce , e e ele cada vez mais ficando jovem . Então ele volta para o asilo aonde morava , e era uma criança rebelde. Daisy percebe que precisa cuidar dele, e pegou ele para morar com ela , esperava o tempo passar e vê-lo morrer, bebê , bem nos braços dela.


Cena favorita: A minha cena favorita foi quando Benjamin diz a Daisy: - Vem aqui , olhe para o espelho, quero me lembrar de nós dois assim. Nós estamos quase na mesma idade. Nos encontramos no meio. ( sim, eis aqui uma adolescente romântica )




Outros detalhes: filme todo é narrado por Benjamin , e se passa como uma lembrança de Daisy que está no hospital, lendo o livro da trajetória da vida dele, que ele escreveu para Caroline (sua filha) e ela mesma. No final do filme tudo se encaixa e ele termina com um bela frase baseada nas suas vivências e nas pessoas que conheceu durante toda vida. (leia abaixo)

"Algumas pessoas nascem para sentarem na beira do rio... Algumas são atingidas por raios... Algumas tem ouvido para música... Algumas são artistas... Algumas nadam... Algumas entendem de botões... Algumas conhecem Shakespeare... Algumas são mães... e Algumas pessoas... dançam..." 

 Trailer para você que ficou super curioso e ainda não viu o filme.

O filme é emocionante , recomendo muito , porque não deu pra passar para vocês toda a linda mensagem e história de vida e de amor que o filme retrata . Além de que , o elenco apresenta excelentes atores e  Brad Pit dá um show em cena. Recomendo , outra vez !


E vocês  , o que acharam do filme ? Conta pra gente!

You Might Also Like

23 Comente!

  1. Olá Sabrina tudo bem?

    Menina a sua crítica-resenha ficou muuuuuuito melhor do que o filme, hahahahahahahhahahahahha. Eu nunca consegui achar tudo o que falam desse filme, mas do jeito que você escreveu deu pra ver um lado que eu não havia enchergado.

    Hahahahhahahahaha, valeu!

    ResponderExcluir
  2. Sabrina,amiga olha..eu já nem sei mais o que falar pra você...Você escreveu a resenha do filme de uma forma que não dá pra descrever, eu não vi esse filme, pois achei o comercial no SBT chato demais, porém com o que você escreveu aqui mudei totalmente de opinião e quero ver o filme !
    beijãão !

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina!
    Sempre tive vontade de assistir a esse filme, muita gente me fala que é bom. Mas sua resenha me deixou muuito ansiosa! Vou assistir ainda essa semana, sem falta! hahaha

    Parabéns pelo blog, gosto muito daqui!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Sabrina! Que legal a sua indicação, confesso que eu não tinha ouvido falar desse filme ainda! Fiquei curiosa para assisti-lo!
    Vim agradecer pela visita que fizeste lá em meu blog e também pelas amigáveis palavras que deixaste lá!
    Tenha uma ótima 4ªF!
    Abraço em seu coração!

    ResponderExcluir
  5. Sabrinna, seu blog está excelente. Estou lhe seguindo. Gostaria muito de ver um comentário seu em meu singelo blog' kkkkk

    http://jcrecife.blogspot.com/

    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Sabrina
    Achava que esse filme poderia não ser interessante mesmo sem assistir, mas tinha curiosidade na historia; ontem tentei assistir, mas acabei dormindo. Perdi o filme,mas agora sei do final.
    E vou assistir esse filme de novo, só que dessa vez até o final.
    A sua resenha está ótima.

    ResponderExcluir
  7. Oi querida,

    Concordo com o André, pois gostei mais da sua crítica do que do filme. Todavia, gosto dos encontros que surgem no filme e, principalmente, da certeza de ir embora quando se chega a hora.


    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelos comentários no meu blog, moça. Tô te seguindo! :)

    AMO esse filme. Você já leu o livro, em versão de quadrinhos? Achei interessante, mas o filme é bem melhor.

    ResponderExcluir
  9. "A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso. Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade. Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?"
    Charles Chaplin

    Eu sempre achei este texto brilhante até assistir este filme. Eu o assisti acho que na HBO ou Telecine, nem me lembro mais, no entanto, ainda tenho na memória impressões muito vivas sobre ele e do quanto ele me fez rever conceitos a respeito deste texto de Chaplin. A vida ao contrário não seria assim tão simples e o filme mostra justamente isto. Você presenciaria pessoas que ama adoecendo, morrendo aos montes e acabaria sozinho e totalmente desprotegido.
    Sua resenha ficou excelente. Eu não sou adepto a resenhas muito formais, me entediam. Gosto da espontaneidade e do entusiasmo de quem escreve seja sobre um livro, um filme e você tem este talento. Quero mais resenhas suas. E também sua presença constante em meu blogue, adoro ler seus comentários.

    ResponderExcluir
  10. Oi Sabrina brigada pela visita, que bom que gostou do Brisa fico feliz, Ainda não vi esse filme mais ficou a dica.


    Adorei seu blog e já estou no quadro de seguidores com prazer ótima tarde. bjs

    ResponderExcluir
  11. Nossa mew esse filme é lindo.
    Uma história bem digna, e muito merecedor dos Oscars.

    Curti teu blog, o visual e tudo mais ^^

    Segue e comenta tmb?
    www.luliskd.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Filmão, aquele tipo de filme que não me canso de assistir. Acho que conta uma história de amor de verdade, cuja barreira do tempo não conseguiu destruir. Um abraço!

    ResponderExcluir
  13. adorei o seu blog, eu ja to seguindo.

    ResponderExcluir
  14. oi Sabrina, tudo bem?
    eu amo esse filme, e achei super interessante você fazer essa tag, filmes com real significado são definitivamente os melhores. eu assisti o Curioso Caso de Benjamin Button hà um bom tempo atrás, isso me faz lembrar que tenho que rever logo. sabe um filme bacana também e emocionante? A Espera de Um Milagre, não sei se você já viu, mas fica a dica, é muito muito bonito e te faz pensar por algum tempo depois de assistí-lo.

    obrigada por comentar no meu blog, seja bem vinda e volte sempre. também estou te seguindo. ;*

    ResponderExcluir
  15. Já ouvi falar mt desse filme, mas ainda nao assitir. Quem sabe numa próxima vez!
    Super seguindo Flor!

    ResponderExcluir
  16. Adorei esse filme, acho que a vida deveria ser assim (aliás, tem um texto de um autor argentino que fala disso...). Seguindo!

    http://esmaltesycia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu sou um dos defensores de "O Curioso Caso de Benjamim Button", muitos o consideram o filme mais fraco de David Fincher porém gosto muito mesmo dele (ele faz parte de minha coleção pessoal)... O engraçado é como ele se parece e muito com Forrest Gump, ambos misturam fatos reais a uma história fictícia, ambos tem no centro de suas tramas um personagem que precisa de alguma forma encontrar o seu lugar no mundo, ambos os personagens se apaixonam por uma mulher de alma livre que não podem ter, além de várias outras semelhanças... O gosto da reflexão que o filme propõe sobre a vida e a morte, a minha cena preferida é uma em que ele fala dos tipos que conheceu durante a vida (tem uma cena semelhante em Forrest Gump, onde este lembra os lugares por onde passou)... Concordo com cada ponto de sua resenha, eu o considero sim um filmaço e ao contrário do que muitos dizem eu acho que cada minuto dele vale a pena, pois só mesmo com 3 horas de duração ele poderia ser capaz de nos dar a ideia que uma vida inteira se passou diante de nossos olhos...

    ResponderExcluir
  18. Olá querida, adorei seu blog.
    Ah o filme passou ontem né?

    beijos

    ResponderExcluir
  19. mt obrigado pelos elogios e pela visita.
    aceita parceria ?
    http://senhoritasx.blogspot.com/
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Caaara, pra mim "O Curioso Caso de Benjamim Button" eh um dos filmes mais fodas que eu assisti ! Sem sombra de duvidas !

    ResponderExcluir
  21. Oi! Obrigada pela visita!

    Eu adorei esse filme! Achei tão triste, mas ao mesmo tempo tão cheio de esperança - principalmente quando ele sai pra conhecer outros lugares. Tem uma perspectiva muito sincera sobre como o tempo influencia na vida das pessoas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Ei floor!
    Obrigada pela visitinha e comentário lá no blog.
    Estou seguindo também..
    Seu blog é uma graça *-*

    bjs

    ResponderExcluir
  23. Ola!Gostei muito do seu blog,siga sempre em frete pois viver é nosso maior presente.
    Não te aches incapaz de fazer isto ou aquilo!Dentro de você existe uma grande força interior chamada AMOR!!Na serenidade de tua alma acharas o descanso após a dura jornada diária,pois ser sereno é ser paciente,manso e
    principalmente prudente.
    E a prudencia evitara em nossas vidas problemas ainda maiores dos quais seriamos atingidos.
    Por isso não existem receitas prontas,cada qual prepara a sua própria receita de crescimento espiritual,porque em cada ser o Amor vibra de acordo com a sua vontade.
    * Talvez o que nos falta seja isso, vontade! ter vontade de mudar,de aprender Amar sem limites e a felicidade que aguardamos tanto será apenas a consequência do Amar!!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>