E quando faltam as palavras ?

17:06




Chegam momentos de nossa vida que não temos o que acrescentar , falar . Não queremos expressar nossa opinião, nossos sentimentos, nossas indagações. Nossas ações não tem mais explicações, e mesmo que tivessem , já não revelaríamos o porquê delas. 

Nessa vida aprendi que o silêncio é a melhor arma, sem dúvidas. Contra a inveja, cobiça, ironia, falsidade e etc. Silenciar. Essa talvez seja a forma de se auto-defender-e-se-auto-controlar mais julgada. Muitos dizem que é frieza. Simplesmente não ligue.

Todas as vezes que fiz o mal uso das palavras , me arrependi. As palavras são mais importantes do que eu pensava , ainda mais , quando são má usadas. Palavras inúteis, acompanhando ações inúteis. Palavras dolorosas machucando quem ouve e quem diz. Palavras de rancor e indignação. Palavras que mesmo que no direito de expressá-las , acabam sendo objeto direto de decadência pra você mesmo.

Meu silêncio e minhas poucas palavras dizem muito do que estou pensando. Sim, quando eu me calar, desconfie. Se ligue. A quantos você acha que está enganando com suas palavras mentirosas? Saiba que a mim, ninguém engana. 

Quando me calo, em minha cabeça se passa um turbilhão de pensamentos sobre tudo e todos. Quantas coisas já imaginei, quantos lugares já fui, quantas coisas te falei em pensamentos e você nem ouviu. Esgotaram-se as palavras , só restaram os sentimentos, pensamentos , guardados aqui comigo, como um baú. 

E quando faltam as palavras, deixo que o tempo faça a questão de responder todas as perguntas . Deixo que a vida diga por si só quem é quem, quem é você, quem sou sou eu.

Quem somos nós. 

You Might Also Like

24 Comente!

  1. Gostei muito desse texto, parabéns!

    Senhor dos Ventos

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina
    Ótimo texto, vc fala com tanta propriedade, que eu até esqueço que vc só tem 16 anos (kkkkkk). Vc estar certa é melhor ficar calada muitas vezes, mas no meu caso é tão difícil!
    Bjão querida, sucesso nos vestibulares.
    Boa semana!
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Sabrina. Hoje pensei muito sobre isso, o silenciar. Estou precisando falar menos e agir mais. O problema é que quando guardamos tudo para não usar as palavras erradas, ou no momento errado, guardamos, e guardar nem sempre é bom. Também acho que é um problema quando resolvo ficar em silêncio. Gostei muito do seu texto, me fez sentir comum, com outra pessoa pensando como eu. Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi Sabrina


    Se existe coisa que me afeta também é a mentira,odeio!
    Embora os silêncios sejam necessários, em excesso não acho que seja bom. A perguntas se exige respostas!

    bj e ótima semana!

    ResponderExcluir
  5. É de refletir, e sabe penso assim também, antes ficarmos quietos, do que falar e nos arrepender, pois milhares de situações, perguntas, passam em nossa cabeça e muitas vezes não conseguimos nos expressar certo e o silencia é a melhor saida.

    Bjs

    daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  6. Por que ás vezes nossas palavras não adiantam de nada né, não fazem a diferença na hora; mas é como você disse, o silêncio é uma arma de auto-defesa e pode ser tido como frieza, mas é a melhor arma que talvez tenhamos de vez em quando.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Alguém já disse: Se meu silencio não lhe diz nada, minhas palavras são inutei! ;)

    --
    Aaah, medo do trote todo mundo tem.
    Mas, vale a pena! é quando você percebe que está na faculdade e não na escola! =)

    =*

    ResponderExcluir
  8. Oi Sá quanto tempo , senti falta dos seus textos ...
    Bem , eu posso lhe dizer que sou assim também ... Teve um texto que escrevi e nele eu dize a seguinte frase : " Pra bom entendedor meu silencio basta . " E é isso mesmo que acontece , palavras sem necessidade são apenas palavras e quando ditas podem ter efeitos ruins . Adorei o texto Sá , um beijo e fica com Deus (:

    http://rascunhosperdiidos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ola parceira,

    As palavras realmente tem grande peso! Iniciaram e colocaram fim em guerras, promoveram a paz, selaram acordos, etc. Muitas vezes é melhor calar quando sabemos que nossas palavras serão proferidas em vão ou mesmo piorar algumas determinada situação.

    Abraços Flávio,
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  10. Ótimo texto, profundo na medida certa.
    Muitas vezes não consigo me calar não, eu não sou muito de julgar, mas qd algo me atinge ao ponto de me magoar eu vou ao cerne de tudo e resolvo, claro, a vida sempre mostra as coisas lá na frente, mas não sou tão paciente como quero ser.
    Beijos
    Viviane

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2012/03/resenha-passagem.html

    ResponderExcluir
  11. Adorei o texto binna, assunto interessante, sou uma pessoa q quando vejo q esta tudo muito errado n consigo silenciar, as vezes acho q deveria silenciar mas as vezes penso q estou certo de falar aquilo q penso pra pessoa pq alem do mais, ela deve saber o q acho sobre ela. Silencio é uma arma poderosa mas deve ser usada na medida certa pois o silencio tb pode te sufocar e te tornar vitima de uma depressão.

    ResponderExcluir
  12. Olá Sabrina,

    Primeiramente gostaria de pedir desculpas pela minha ausência.
    Minha vida está uma loucura. Pré vestibular, cursos, estágio, problemas familiares... ihhh tá difícil. Confesso que cheguei a cogitar a ideia de desativar o erros e acertos por uns meses. Mas não vou fazer isso não. Vou fazer de tudo pra postar regularmente no blog.

    Bom, amei o post. Concordo com você, as palavras quando mal usadas podem gerar muitos problemas e arrependimento. Digo isso por experiência própria. Como sou um pouco explosivo, várias vezes falei o que não devia para pessoas que eu amo. Mas estou mudando e ficando em silêncio. Realmente é a melhor solução!

    Beijos.

    P.S. vou tentar postar amanhã no blog, fique ligada!

    ResponderExcluir
  13. Hm, as palavras...Acho que a única coisa pior do que as palavras, é o silêncio .--.

    Bgs!

    http://qualquerlink.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. que lindo o texto! ;)

    www.taonic.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Sabrina!
    Concordo com você, o silêncio é uma grande arma. Eu mesmo uso bastante. É como eu sempre digo: Deus nos deu duas orelhas e uma boca, para ouvirmos mais e falarmos menos. Nem todos seguem isso. Eu tento, e posso dizer que já me impediu de falar bastante besteira.

    Bjuss

    ResponderExcluir
  16. Olá Sabrina! Custei mas apareci por aqui finalmente.
    Li atentamente o seu texto e vejo que, em algumas situações, não é muito fácil e nem devemos silenciar. Ao mesmo tempo, nestas mesmas situações, parece que falar e falar e falar e tão inútil.
    Eu, ultimamente, estou trabalhando em mim o autocontrole. Por vezes, ele "foge do meu controle", contudo, muita coisa, muita gente que não valia a pena, já ganhou meu silêncio.

    ResponderExcluir
  17. Eu penso assim também! Quando estou incomodada ou chateada, já sabem que tem algum problema... As palavras podem machucar mais do que qualquer coisa! São como pétalas ao vento; uma vez jogadas, não voltam mais. Infelizmente, as pessoas não têm consciência disso...

    Muito obrigada pelo seu comentário no blog, viu?
    Você se dedica aos estudos e ainda consegue manter esse blog lindo! Parabéns...

    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  18. Adorei o texto! Acho que tem dois tipos de silêncio: o que vem com o medo de falar e o que vem em não querer falar, que é o caso que vc demonstrou no texto. Esse que é por opção é a mais pura demonstração de maturidade. Pessoas como vc, que tem o dom do verbo, pode usar o verbo como arma facilmente. Não usar a arma é uma questão de escolha. Uma sábia escolha, muitas vezes.

    BC
    http://bcmaoli.blogspot.com.br/2011/08/mandruvas-alados.html

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito do texto e do jeito como você descreveu o silêncio! Muito bom mesmo, abraços! *.*

    ResponderExcluir
  20. Quando as palavras se mostram vãs é o silêncio que expressa o que realmente sentimos. Mas já dizia Fernando Pessoa "é fácil trocar as palavras, difícil é interpretar o silêncio".

    ResponderExcluir
  21. texto lindo, Sabrina.
    eu também uso do silêncio para me defender ou para me abster de dar opiniões, no entanto também sei que quem cala, consente. silenciar é preciso, mas também é preciso se impor, é mais um paradoxo da vida.

    ;*

    ResponderExcluir
  22. Parece que faz um século que não apareço aqui XD
    N'alguns casos é melhor a gente se calar mesmo. Apesar de tudo... Se eu pudesse falar tudo o que eu penso de certas pessoas teria inúmeros inimigos.

    ResponderExcluir
  23. lindo texto! Muitas vezes, como tu dissestes, o silencio expressa muito melhor nossos sentimentos além de nos fazer pensar melhor no assunto. Parabéns :D

    ResponderExcluir
  24. Sabrina ameio texto, apesar de eu não ser assim, admiro que consegue ser, eu preciso falar, perguntar e indagar, acho que quando guardamos isso pra nós, faça mal ao nosso espirito, precisamos colocar ponto final em tudo, se ficar calada em algumas situações, não conseguirá seguir em frente, sempre ficara com as perguntas em mente.
    beijinhos.

    http://www.artesdosanjos.com.br/

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>