Vida de normalista: En(fim), férias?

23:07




Hoje ao sair da escola me lembrei de tudo que eu queria abandonar. Em meio á sorrisos e gargalhadas, palhaças das minhas amigas, e piadas que contamos sem pensar ... esqueci por um minuto de tudo que me prendia, o que me atrapalhava e me deixava em agonia: a rotina chata e longa de estudante em horário integral, a convivência com pessoas nas quais não me faziam bem, os trabalhos que realmente davam trabalho (mais do que o normal), o dinheiro perdido na confecção dos trabalhos práticos , as provas mega difíceis , os seminários. Tudo aquilo que jamais se repetirá. 

Dizem que o colegial é o melhor tempo de nossas vidas. E realmente , é. Apesar de tudo ter um lado bom e ruim, nada nesse mundo paga as coisas que a gente vive nessa época de tantas incertezas e decisões . Elas ficam guardadas em nós, pra sempre. E como passamos a lidar com elas, é algo bastante individual . A gente tem uma concepção diferente da dos demais. Mas sempre temos algo em comum: as lembranças dos mesmos momentos. A troca de experiências. E os momentos , a gente sempre tem que guardar. Querendo ou não a gente sempre leva algo de cada ciclo da nossa jornada de vida. 

Ao chegar em casa, no mesmo dia, sentei na sala de estar. O coração ficou apertado, uma sensação estranha tomou conta dor ar, algo sem explicação. Lembrei de tudo que me atrapalhava e me deixava em agonia , o que a minutos atrás, eu havia esquecido de me importar. Percebi que nem tudo foi de fato, agonizante como eu imaginava. A rotina árdua me serviu como prova de resistência, e me fez forte para enfrentar coisas bem piores. As pessoas que faziam mal, também me fizeram forte, pois não conseguiram me derrubar, mesmo com todas as tentativas que se empenharam. Os trabalhos, construíram o que chamo responsabilidade , que hoje está muito mais apurada . O dinheiro foi investido , não perdido. Foi transformado em algo significativo graças aos meus esforços. Investido num ideal. As provas, serviram pra me acordar, pois ao longo da vida sempre enfrentamos obstáculos: a vida sempre nos põe a prova. Os seminários me deram uma vasta bagagem de conhecimento, me fez pesquisar diversos assuntos e me aprofundar em áreas que antes eram desconhecidas.

Então, a partir dessa reflexão,  entendi que na vida tudo é aprendizado. A vida é uma grande escola e a escola, é só mais uma consequência em meio desta escola maior , que é a vida.O que posso dizer desses últimos 3 anos? Casulo. Foram três anos literalmente como uma lagarta. Uma lagarta que era ingênua, mas agora ela se sente mais preparada. Um lagarta que viveu dentro de seu casulo tempos de sol, tempos de chuva, tempos de insegurança , tempos de esperança.  E que agora, já sente que possui asas. Agora , mais do que nunca, sente-se como uma borboleta saindo do casulo, pronta pra vida adulta, pronta para voar pra qualquer lugar. 

Ainda nem cheguei na maioridade , mas quero que venha esse logo tempo, esse tempo que estar por vir: o tempo futuro. Aquilo que não posso intervir e nem definir. Aquilo que tenho que esperar. Meu futuro e o que o destino tem a me reservar. Mas enquanto isso, não posso me deixar de lembrar ... 


do traje de normalista usado quase todos os dias.

dos momentos de descontração e alegria. 

de como viver melhor, e tentar praticar isso sempre que necessitar.

de colher as flores pelo caminho e regar as flores já plantadas sempre que precisar.

de nunca, jamais, esquecer dos pés que me ajudaram a caminhar até nos piores momentos.


Agora? É hora de enfrentar o mundo . Sem medo, sem fraquejar. 
Como uma eterna aprendiz.



Ex-normalista.  E quem sabe,futura professora. 
Vou deixar meu destino agir.

Férias , eis me aqui.
Futuro: pode vir !

You Might Also Like

7 Comente!

  1. Awwwwwwwnnnnnnnnn, que fofas as fotos com o traje de normalista. *---*
    Bah, Sabrina, realmente, tarefas "puxadas", como a de ser uma normalista, servem para modelar nosso caráter, nossa força de vontade. Isso se leva pra vida, com certeza.
    Beijo! :*

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Sabrina! Mas olha, por trás de toda a melancolia de deixar o passado, há um futuro maravilhoso te esperando. Apenas deixe as oportunidades chegarem e aproveite todas elas da melhor forma possível.
    Muito sucesso!
    http://www.doceilusao.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Sabrina... Realmente dar adeus ao colegial é difícil, eu percebi isso quando eu estava esvaziando o meu armário... Nenhum desses livros vão voltar para cá e meu cadeado não vai mais ser colocado aqui, não verei mais meus amigos com tanta frequência, realmente é um ponto final...............................Ou seria um ponto e vírgula?

    A vida continua segue outros rumos, mas o passado sempre está lá, para nos lembrar de como a nossa vida colegial foi boa :)
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, por esta conquista, Sá... adorei as fotos, estão lindas mesmo... com os novos conhecimentos adquiridos nessa "vida de normalista", desejo que seu futuro seja melhor do que você possa imaginar. beijos e linda tarde.

    ResponderExcluir
  5. Oi mes que vem o blog completa 2 aninho, por isso vim agradecer sua presença nele, e te convidar para participar do sorteio que estou fazendo com muito amor para retribuir nem que seja um pouquinho desse carinho.
    http://esmaltesdedivas.blogspot.com.br/2012/12/sorteio-de-aniversario.html
    (\_/)
    (^.^)
    (")(")
    Kisses e ótima semana

    ResponderExcluir
  6. Que fotos lindas, realmente as dificuldades nos fazem mais fortes e mais preparadas para vida. Que tu relembrei tudo que viveu com amor mas esteja aberta pra algo novo, que o passado é bom guardado e o futuro é uma porta aberta, cheia de surpresas.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal mesmo. VC, de fato ficou linda com aquele uniforme. Uma coisa é certa essa trajetório vai te render grandes frutos.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>