Em cartaz: Dezesseis luas

23:10

Ethan Wate (Alden Ehrenreich) é um estudante do colegial, que mora em Gatlin, um pequeno vilarejo na Carolina do Sul. Ele vive isolado dos outros jovens em uma sociedade intolerante, perturbado pelos sonhos com uma garota misteriosa. Um dia, uma nova adolescente chega ao local: Lena Duchannes (Alice Englert) também tem problemas de adaptação, e logo os habitantes de Gatlin descobre que ela possui poderes sobrenaturais. Ethan e Lena se apaixonam, e deverão lutar contra uma maldição em suas famílias para permanecerem juntos.

Hoje eu finalmente fui ao cinema ver um dos filmes mais comentado do mês de Março, o filme Dezesseis luas. Quando cheguei ao cinema, eu não tinha ideia de como era a história, pois não li a sinopse e nem me interessei em saber muito sobre. Algumas pessoas me recomendaram e outras não. Mas agora que vi, poderei dizer o que realmente achei do filme.

No começo eu achei que o filme era meio chato e monótono com aquela típica história: uma menina nova chega na cidade e na escola e não é bem recebida por ninguém, exceto por um rapaz que se apaixona por ela logo de cara. Já ví isso em vários filmes e quando percebi isso, pensei que p final e a trama iria ser muito previsível, sem sentido e morno, igual a maioria das histórias contemporâneas.  Mas por incrível que pareça, não foi. E apesar de todo mundo estar comparando a história com a de ‘’Crepúsculo’’ eu não achei nada a ver.

É uma linda história de amor, um pouco complicada. O filme aborda temas como não conseguir se encaixar num meio onde as pessoas não são muito receptivas, amores proibidos e até onde chega o fanatismo religioso. Tudo com o toque de magia, ocultismo e aventura, aspectos abordados com muita propriedade no filme. 

Resumo: Lena é uma jovem conjuradora, vinda de uma família que possui muitos poderes. Esses poderes podem ser para o bem ou para o mal. Quando Lena for fazer dezesseis anos, ela irá descobrir se a sua origem é para as trevas ou para a luz. Nesse meio tempo, ela se apaixona por um mortal, o que complica tudo e eles vivem um grande amor, que incomoda a população daquela cidade e a família de Lena. O lado das trevas tentará durante a trama toda, trazer a jovem para o seu lado. O filme todo é baseado na história de Lena em uma dupla luta: a luta em busca por quem ela é e a luta pelo amor. O que será feito do destino dela? Você só vai saber quando conferir o filme. Eu adorei, mas o final, me deixou com gostinho de quero mais. Não é igual as demais histórias, com finais previsíveis e felizes. É um final surpreendente. Sem dúvidas, acho digno que este filme tenha uma continuação. Recomendo demais. Vejam o trailer!




You Might Also Like

4 Comente!

  1. Eu ainda quero assistir pra ver se é bom, já ouvi pessoas dizendo que é e outras dizendo que não, acho que vai do gosto de cada um. Beijão <3

    @keithpappen
    www.detalhesamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver, o filme me parece super bom.

    ResponderExcluir
  3. Já lido algo sobre o filme, apenas dizendo que ele poderia ser o novo Crepúsculo, assim, já desistir de vê-lo. Mas como você disse, que ele não tinha nada haver, me interessei novamente, acabei de assistir o trailer, e realmente quero vê-lo.

    ACESSO PERMITIDO. <3
    Retribui?

    ResponderExcluir
  4. Oi Sabrina!
    Eu fiquei meio na dúvida se eu assistiria esse filme ou não...
    Mas acho que com a sua opinião, talvez eu queira ver :)
    Posso sugerir o próximo filme para você assistir? A Hospedeira, vai estreiar no fim desse mês. Só um aviso, não julgue o filme pela escritora, dá de 10 a 0 no crepúsculo :)
    bjs

    Eduardo~Platina JP

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>