Teoria do Playmobil

20:04


O dia clareou , o sol começa a se mostrar aos poucos pela manhã. Você olha pela janela, um pouco sonolento ainda e não consegue enxergar a beleza do dia que se inicia ali, diante dos seus olhos. Afinal , são tantos problemas, responsabilidades, preocupações, não é mesmo? Então você deixa isso passar despercebido, e busca sem cessar alguma saída para a situação, afinal a felicidade é uma necessidade que almejamos dia após dia. 

Não importa as circunstâncias. A vida não vai te poupar das coisas que te querem mal. Isso é sem dúvidas, uma das poucas coisas nas quais ainda podemos ter certeza. O que fazer? Quando tudo parece escurecer e se dissolver na dor? Quando tudo parecer impossível de se conseguir, de se alcançar. Quando o mundo decidir, assim, do anda, conspirar contra você num determinado dia? E quando for impossível sobreviver ao cotidiano massacrante contemporâneo? Não desista, ainda existe uma saída: sorria.

Sorrir, mesmo quando não for o melhor momento para isso. Sorria, para mostrar a sua felicidade em simplesmente poder respirar a cada dia. Sorria, mesmo diante dos problemas que aparecerem, pois se eles apareceram é que tinha alguma coisa de errado antes, que provavelmente veio a tona no momento. Sorria, mesmo que o mundo queira fazer você chorar, mesmo que as pessoas que estão em sua volta só desejam que você ande contra a correnteza sem progredir. Muitos vão aparecer e querer destruir os seus sonhos, suas metas, seus objetivos. Simplesmente sorria. 

'' A derrota é inevitável ''. E nesse contexto então, aparecem muitos teóricos, mostrando para nós suas soluções , ''teorias da vida perfeita'' ou as famosas '' receitas da felicidade''. Existem muitas teorias e livros de auto-ajuda nos mostrando várias etapas e dicas para isso, que nem sempre são tão fácil de serem praticadas, pois exigem de nós muito esforço, que no momento da confusão com nosso próprio eu, não temos a base sólida de colocá-las em prática. 

Então se desligue todas essas teorias, regras, receitas. Jogue fora todos os livros de auto-ajuda. Para ser feliz, é preciso viver segundo a teoria do playmobil. Afinal,  não importa as circunstâncias, somos nós mesmos que optamos pela nossa própria felicidade.

Teoria do Playmobil. “Nada do que possa acontecer vai tirar esse sorriso do meu rosto.”

You Might Also Like

18 Comente!

  1. Muito bom isso Sabrina s2'
    Gostei muito, e vou seguir isso aí!

    Parabéns ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi Linda, Retribuindo a visita!

    Preciso com certeza seguir essa teoria!

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante essa teoria.
    Pra falar a verdade, nunca a tinha ouvido antes. Mas concordo, um sorriso sempre nos ajuda a dar a volta por cima. É a força que precisamos para darmos o primeiro passo para longe da tristeza e, por consequência, os passos seguintes.

    Tenha uma boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto! Me lembrou uma amiga.
    Beijocas :*

    ResponderExcluir
  5. Adorei o trextinho, seu blog é incrivel e tem um bom conteúdo.
    beijão
    www.garotamuitotimida.blogspot.com
    https://www.facebook.com/Garotatimida

    ResponderExcluir
  6. Fui pesquisar essa teoria mais afundo.
    Incrível!

    ResponderExcluir
  7. Poxa, adorei! Sou muito a favor disso. Tanto que o nome do meu blog é "smiles". Quando criei o nome, tentei passar uma mensagem positiva, mas que as pessoas, ao lerem o blog, percebessem que a vida não é feita só de sorrisos, mas que sem eles,a vida fica difícil. haha =)
    Adorei seu blog e já to seguindo.

    beijos,
    Thainá.
    http://tubaiina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Adorei <3

    beijão
    http://garotamuitotimida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Sabrina!
    Que gracinha! *-*
    Livros de autoajuda nunca me ajudaram em nada. Porque na teoria é tudo muito simples, tudo se resolve num piscar de olhos, mas na prática, quando a vida te põe pra baixo, as coisas não são assim.
    Gostei da teoria, de vez em quando é bom sorrir pra afastar o medo e a tristeza.

    Beijocas!

    Ismália .

    ResponderExcluir
  10. Achei bem senso comum, mas valeu a tentativa. Eu dei um risinho aqui.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da "teoria". Um sorriso mesmo sem um "motivo concreto" deixa as coisas mais fáceis.

    ResponderExcluir
  12. Oi Sá
    Eu nem tinha lido seu texto, e escrevi algo meio parecido no meu blog, veja bem se ler com calma, a moral da história é a mesma, o texto não tem nada a ver o meu texto ficou meio pesado, o seu texto ficou leve, uma delícia de se ler. Adorei!
    Bjão da tia Lú.

    ResponderExcluir
  13. Acredito que sorrir o tempo todo cansa o rosto, mas não sorrir hora nenhuma cansa a alma. Ás vezes sorrir realmente pode aliviar as coisas, no entanto, acontece muito desse alivio ser apenas superficial. Além disso, é fácil pensar que o sorriso representa felicidade, mas a minha opinião é: O sorriso é apenas uma provável consequência da felicidade genuína, não é, portanto, a causa, o que nos faz felizes.

    Beijos,
    http://www.ideias-defenestradas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Uau! Fiquei emocionada com a teoria do playmobil e realmente esta mais do que certa, invés de lamentar, chorar, reclamar, por que não sorrir? Sorrindo, você mostra seu brilho unico!

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Sabrina, boa noite!!
    Antes , agradeço a sua visitinha ao "Sementes..." , e ao comentário gentil que deixou por lá. Muito obrigada!

    Interessante a sua teoria do playmobil, mesmo porque, como já disse um pensador ou filósofo que não me recordo o nome, de que ninguém é tão pobre que não possa dar um sorriso. De fato, o sorriso é uma dádiva. Entretanto, eu penso que pra usar esse belo recurso que é sorrir em todas as ocasiões, é preciso que se tenha uma consciência tranquila, em paz consigo mesmo. Fora disso, não há sorriso que brilhe na face!

    Seu blog é muito bom, garota, voltarei , viu?

    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  16. O texto é bom, mas mesmo que inconscientemente, acabou parecendo mais um texto de auto-ajuda. Sorrir sem estar bem nunca me ajudou em nada, já tentei algumas vezes e só piorou. O sorriso tem que ser espontâneo e, se alguém diz que sorri sem motivos, é porque já tem motivo para sorrir, não sei se entende o que quero dizer. Há circunstâncias onde é melhor deixar a poeira baixar para não ficar aquela coisa superficial.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>