Abrindo aspas: Quero ser borboleta

11:37


Quero ser borboleta
Para poder voar nesse mundão e me perder
Isso é bom por demais, se perder de tudo.
Mas ainda sou uma lagarta, pequetitica,
Que ainda devo crescer e muito
Para tornar real o meu sonho...
Sair do casulo feito borboleta, toda aprumada e cheia de cor para voar,
Para voar e dar cor para esse mundo,
Feito lápis de cor que em seus traços fazem colorir todinha as folhas brancas de papel.
É isso, é isso que eu quero ser... 
Quero ser a borboleta.

Gostaram do poema? Quem escreveu foi o Vinícius Leandro , 16 anos Poá/SP . O mais legal é que não foi o autor que me mandou, e sim um leitor que gostou do poema. Quer aparecer com algum texto aqui também? É só mandar um comentário nessa postagem com as informações seguintes: *Nome: *Nome do Blog: * Link do post:. ou um email (spiderwebsonline@hotmail.com).    Boa sorte!

You Might Also Like

18 Comente!

  1. Adorei esse poema. Fico fascinado por poemas assim. Beijos. http://republicacrash.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ah que lindo o poema! Quem não quer ser uma borboleta né? O rapaz escreve muito bem...
    Bj
    rascunho-errado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Aaaah, que fofo!
    Tenho alguns poemas em algum lugar em meio as minhas caixas lotadas de objetos das mudanças. Um dia, se achar meu caderninho, posso vir e te mostrar alguma coisa dos meus tempos de adolescente em conflito com sua própria existência. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Sabrina!
    Nossa, achei muito legal esse texto, simples, curto e perfeito!
    Vou falar com minha amiga quem sabe ela não gostaria de mandar alguns textos para você posta? :D
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sabrina, lindo poema do seu amigo. Durante a vida passamos por diversas fases entre ser casulo e ser borboleta...Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Que poema inspirador para uma terça feira fria de férias ♥
    Quem me dera ser uma borboleta...eu já teria viajado o mundo!

    Beijão, Sa!
    Saudade de passar por aqui..

    ResponderExcluir
  7. adorei ^^ adoro aquela sensação depois de ler ficar com sorriso no rosto
    Viver num T0
    mudei o endereço do blog agora é vivernumt0.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  8. Awn, amei <3 Muito lindinha e condiz muito comigo, quero ser borboleta, mas ainda sou uma lagarta pequetitica >< rs

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu também quero ser borboleta! E to entrando na fase de transição de lagarta pra borboleta. Fase que eu tenho que escolher o que fazer da vida, deixar a cidade, morar longe da família... É tenso. Mas as vezes essa nem é a nossa transformação. A gente passa a vida achando que é, pra quando chegar a hora, descobrir que não era. Vai ver a transformação tá mais pra frente, e vai acontecer numa hora que a gente menos espera.


    Beijos,
    Thainá =)
    http://tubaiina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o poema. Estou precisando mesmo ser uma borboleta!
    mateus-leite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Que lindooooo!
    "Mas ainda sou uma lagarta, pequetitica,
    Que ainda devo crescer e muito
    Para tornar real o meu sonho..."

    Quão pequenos nos sentimos diante de grandes sonhos não é, porém Deus é aquele que a todos realiza segundo sua infinita misericórdia!
    Lindoo mesmo! :D

    ResponderExcluir
  12. Awwwn, eu quero ser borboleta... Mas tenho medo de voar. comofaz?
    hahaha
    Lindo!

    ResponderExcluir
  13. Eu também quero ser borboleta!!! Hihihi... Amei o texto, estou "in love"!!!
    Muito obrigada por passar no DSM, que Deus nos abençoe!!!

    Mil Sweetkisses ♥
    www.docesonhodemenina.com.br

    ResponderExcluir
  14. O bom é que lagartas logo se transformarão em lindas borboletas. O ruim é que isso pode demorar um pouco. Mas basta ter paciência.
    Lindo poema. Gostei da mensagem e da metáfora da borboleta. ♥

    Beijo!
    http://miasodre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Sa,

    Lindo o poema e fiquei super alegre com o comentário do meu filho Mateus no seu blog.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Que lindooo... eu como uma mulher de 29 anos, mãe de 3 filhos, o mais velho já tem 11 anos... já virei borboleta mãe a muito tempo, e como é bom crescer e ver que tudo no final deu certo... ainda a muitos jardins a percorrer e muitas tempestades para enfrentar... mais nada é melhor do que viver.
    O rapaz tem talento... é o que eu digo não depende da idade para saber escrever, tem que ter o talento tbm.
    Beijooos

    http://www.artesdosanjos.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Muito Obrigado.
    fiquei feliz de saber que vocês gostaram do meu poema

    ResponderExcluir
  18. Eu poderia jurar que tinha sido uma menina que escreveu isto, o que vemos de blogueiras "borboletas" por aí é infinito. rs.
    Gostei das comparações que ele fez no poema e quem dera todos tivessem leitores assim, que fossem fiéis, apreciassem e não somente boicotassem e plagiassem nossos escritos.
    Parabéns ao poeta e principalmente ao leitor, pela atitude digna que teve.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>