Acordar pra vida

10:30


''Tá de noite, tá tarde. Pois é. Outra vez''. Tenho um problema. Aliás, temos. Até ontem estava tudo bem por aqui, só que apesar dos problemas não serem sempre comigo, afeta. Afeta aqui dentro. É uma mistura de silêncio, barulho, dor. O Brasil grita lá fora. Uma voz grita na sala. O silêncio grita aqui dentro. Por isso, então, eu vim escrever

Já falei isso várias vezes. Perdoe se estou sendo repetitiva. É incrível como eu não consigo escrever outra hora. Isso explica minhas olheiras que daqui a pouco nem o melhor dos corretivos conseguirão esconder. Isso explica tamanha ansiedade e às vezes angústia. Mas por enquanto posso. Por enquanto não estou no mundo. Não faço diferença. Ou faço? Não sei. Por favor, me avisem.

O tempo todo que passo dormindo, me mostra o quanto é diferente e difícil estar acordando devagarzinho. Quando faço isso pela manhã, em dias comuns, é um ato preguiçoso. Quando faço isso pela manhã e nas férias, é revigorante. Quando faço isso ao meio dia ou mais tarde, é desespero. Aliás, vocês podem perceber que não há ninguém que entende mais de insônia e de sono como eu . A vida da gente é assim também. O tempo muda. Você começa a perceber que o computador é o melhor amigo. O blog é quase um vício. O namoro não é um conto de fadas. As dez melhores amigas, na verdade, eram só duas ou três, ou às vezes, nenhuma. O pai não é mais tão herói assim, a irmã mais nova começa a ser um pouco mais legal. Os tios chatos também, agora, são legais, experientes, amigos...assim como os ex professores. Você descobre que disposição é o essencial pra conquistar e realizar cada meta diária. Que o mundo não é mais dividido em horários e dois intervalos, um às dez e outro no meio do dia. Bateu o sinal. É hora da saída, da saída eterna e da entrada pra uma nova vida. A vida que todo mundo vive. A vida que você sempre viu da janela do ônibus. 

É como acordar ao meio dia. Desespero. Acordar pra vida nunca fez tão sentindo pra mim. Eu sei que é difícil, eu sei como é tudo... ‘’Não sabe nada!’’. É o que minha mãe me diz todos os dias. ‘’Menina, você não sabe o que é a vida, não fale besteira’’ aliás, ela sempre diz coisas desse tipo quando eu começo a falar das minhas idéias mais loucas, dos meus desejos mais utópicos e das minhas expectativas quase sempre otimistas sobre as coisas que mais esperei durante todo o tempo desde que comecei a sonhar. Claro que digo que sei. Às vezes até entramos em completa contradição de idéias e diálogo (opinião forte, isso sim, vem de família). Mas no final eu descubro que realmente não sei nada sobre a vida e cada vez mais sinto que não tenho a mínima noção do que é isso . Foi mal mãe. 

A meia noite se aproxima. A fome começa a invadir o organismo. A televisão está ligada num programa que eu não gosto de assistir. Já é a hora de partir. Opto por escrever. Por madrugar. Por me encontrar a cada noite. Demoro a acordar. Perco a hora todos os dias. Semana passada perdi a hora. Fiquei arrasada, pois precisava acordar cedo. Acordar pra vida. Então descobri de uma vez por todas que na maioria das vezes, que, se eu quero mesmo acordar pra vida, então é preciso dormir cedo. Adormecer os sonhos, nem que seja neste momento. Dura realidade. Como me encaixar? Talvez amanhã. 

You Might Also Like

1 Comente!

  1. Que lindo texto! Se é verdade que você está dormindo tarde eu vou puxar sua orelha, viu, mocinha? xd Você está em fase de crescimento (estamos sempre kk), e está brincando com a vida?

    Confesso que já quis fazer o mesmo, os textos parecem mais melancólicos a altas horas da noite, mas os adultos aqui de casa não deixam. Quer dizer,eu posso sempre optar por dormir de madrugada, mas só se for deitada olhando pra o teto escuro. kkk

    Achei lindo o texto,li-o a ouvir esta música:
    http://www.youtube.com/watch?v=RGgEvGsZuM0
    Estou com esta mania agora de ler os blogs com fundo musical, me inspira bastante e me faz interiorizar melhor a mensagem. kkk

    Bjs
    Espero que gostes da música
    Ps: Dorme! xd
    Hayanne Deise Lins
    *Profissão Adolescente*

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo :) Diga sua opinião e ela será lida e muito bem vinda, ela é essencial para a construção da identidade deste blog!

Sua opinião será respondida aqui mesmo e em seu blog, por isso peço que deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

Temos twitter: @sabrinabyme e @blogspiderwebs; siga para receber todas as atualizações.

Um recado

Estava esperando por você. Antes de continuar, você precisa saber de algumas coisinhas, ó: isso não é um diário, nem um blog de moda. É apenas um blog. E apesar de alguns textos desde site possuírem um caráter bem pessoal [ao enfatizar sentimentos e circunstâncias] e narrativas por inúmeras vezes cortantes e sensíveis em primeira pessoa, nem todos eles possuem caráter auto-biográfico e opiniões da própria autora.

SPIDERTV

PEQUENAS DOSES DE @SABRINABYME

'' Eu quis encontrar um jeito de nunca morrer, e a partir daí, eu comecei a escrever.''

'' Se tem uma coisa que eu aprendi sobre a dor, é que na maioria das vezes, ela também é a cura''

'' Que eu nunca perca essa vontade de escrever. Jamais. O mundo parece uma prisão, às vezes. Escrever é como abrir janelas.''


leia mais em Pensador.info>